* PAZ, HARMONIA e AMOR *

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Viver


<
Existem momentos
de hesitações,
interrogações,
muitas interrogações!

Nem sempre
tenho resposta
ou solução!

Nem sempre
a voz do coração
me escuta
ou entende!

Aguardo
pelo amanhã,
com a esperança
que nem todos os dias
são iguais!

O ontem já esqueci,
o hoje estou a viver,
o amanhã está para nascer!

José Manuel Brazão

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Viverei em Ti


Percorro o meu passado,
na procura do que errei!
Muita coisa…
Não o posso desconhecer,
mas fico ciente
que logo ao amanhecer,
começarei um novo fim,
na busca da Luz
e viverei em Ti!

José Manuel Brazão

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Pombo com ternura e fome


Apetecia neste dia,

um passeio até ao Tejo

e pelo Terreiro do Paço

andei a pé.

Parei no terminal,

observando

aquela sala gigante.



Parando

junto de mim

um pombo habitante

daquela sala,

que debicava, debicava

e nada encontrava!

Chamei por gestos;

junto de mim parou.



Por largo tempo

não me deixou!



E olhando

aquele pombo habitante

de penas azuladas

e iris avermelhadas,

cheio de fome e ternura,

deixando

as minhas mãos dar-lhe mimos,

sem voar revoltado;

apenas um pombo esfomeado.

Fiquei agradecido

por este novo amigo.

Lembrei-me das crianças

que nas mesmas condições,

ainda têm forças

para nos lançar olhares de ternura

aguardando que nossos corações,

se lembrem

que elas existem.



No meu regresso

e tendo como despedida

olhares de ternura,

ainda me disse:

“Quando voltares

a esta sala gigante,

cá estarei

e ficarei junto a ti,

para descansares

e veres que ainda existo;

como pombo e amigo”.



José Manuel Brazão



http://cpoesia.esenviseu.net/index.php?option=com_content&task=view&id=241&Itemid=1

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Como é bom!



Como é bom
saber
que me acordas,
me dás a tua bênção,
para um dia feliz!

Como é bom
saber
que à noite
não te deitas,
sem me enviar
os teus anjos
para uma noite feliz!

Como é bom!

José Manuel Brazão

Pensando nos meus Anjos no Céu e na Terra