* PAZ, HARMONIA e AMOR *

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Sinto saudades do futuro




Saudades
Palavra tão intensa,
que viveu sempre comigo,
quer por um amigo,
quer pela família imensa.

Saudades
da vida que escolhi
e nem sempre vivi ...

Saudades
da vida com alegria
que vivia.

Saudades
do amor ao próximo,
da tolerância,
da humildade,
do perdão.

Batendo o meu coração,
como um homem de Fé,
sinto saudades da Esperança,
sinto saudades do Futuro ...

José Manuel Brazão

1 comentário:

ISA disse...

Lindo este poema de saudade.
Amigo sentir saudades do futuro é alcançar a vida no infinito. É o paradoxo do dia-a-dia de que muitas vezes falamos. É a esperança com os olhos no amanhã. É a vida à procura de sentido para viver. É a ideia de que o amor é eterno...
Parabéns!
Amiga
Isa